• Gabriela Moreira

A Grafeno na mídia!

A Grafeno existe para simplificar e agilizar o ciclo de crédito para credores e empresas. Você já sabe que temos conta empresa e vinculada para credores e para empresas que emitem muitas cobranças. Nas últimas semanas, conversamos sobre Pix e boletos para empresas, segurança em plataformas de open banking, e registro digital de ativos financeiros. Veja aqui os links para as notícias!



EXAME | ''PIX no ar: Como funciona cobrança de taxa para pequenas e médias empresas''


O sistema de pagamentos lançado pelo BC entrou em vigor no dia 16 de Novembro e tem custo zero para pessoas físicas, mas os bancos podem cobrar taxa de pessoas jurídicas. Saiba mais da matéria aqui

Imagem: (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)


VALOR | ''Investimentos de startups podem movimentar o marcado de segurança''


Fintechs, deverão compor arsenal de segurança de centenas de instituições diferentes para criar ofertas tentadoras e atrair clientes Apesar da segurança parruda e atuação concentrada mais em exposição do que em consumo de dados via APIs, os bancos brasileiros terão desafio extra no modelo aberto. Saiba mais da matéria aqui


TECMUNDO | ''O PIX pode substituir o boleto bancário?''


Paulo David, colunista quinzenal do TecMundo, e fundador e CEO da Grafeno, fintech que oferece contas digitais e infraestrutura de registros eletrônicos para empresas e credores conta os benefícios o PIX. Saiba mais da matéria aqui.

Imagem: vindi


Empreendedor | ''Do crédito à cobrança: Grafeno traz agilidade e segurança para o mercado de capitais''


Para otimizar toda essa operação por falta da digitalização no setor financeiro e ajudar as organizações com os registros de duplicatas eletrônicas e CCBs (Cédulas de Crédito Bancário) nasceu a Grafeno, uma fintech que oferece contas digitais e infraestrutura de registros eletrônico para empresas e credores. Saiba mais da matéria aqui

Imagem: Paulo David


FINSIDERS | ''Por que fazer o registro digital de ativos financeiros''

O mercado de direitos creditórios vem crescendo muito nos últimos anos e com as transformações digitais que o mercado financeiro passa, cresce também a necessidade dos FIDCs, factorings e securitizadoras prepararem suas operações para que possam continuar crescendo de forma segura, rentável e eficiente. Saiba mais da matéria aqui


Imagem: Pexels

27 visualizações0 comentário
Assine nossa newsletter